quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Sinalização luminosa




Muitos dos moradores da urbanização não se terão, ainda, apercebido da colocação de um sinal luminoso (ainda não operativo) na Rua José Gomes Ferreira perto da esquina com a Rua Mário de Sá Carneiro.

Congratulamo-nos com esta melhoria, na segurança do trânsito na urbanização, no pressuposto que este equipamento se destina a condicionar a velocidade dos veículos, reduzindo-as para valores de segurança aceitáveis e preconizados por quem é conhecedor destas matérias.

Ignoramos (e teríamos o direito de saber?) quais os critérios que justificaram a escolha do local. Até porque, permitam-nos a ironia, a quantidade de passagens para peões existentes na artéria é quase nula o que permite deduzir que não há peões que justifiquem a colocação de passadeiras.

Pedindo desculpa da ironia e ou da ignorância e não nos opondo à colocação deste tipo de equipamentos (quanto custa?, a quem foi adjudicado?, haverá soluções melhores?) vimos, dentro do mesmo enquadramento, sugerir outros locais na urbanização onde se pode justificar sinalização igual ou semelhante:



Na Rua Manuel da Fonseca onde, em algumas noites, os condutores se imaginam numa pista de alta velocidade.



Na Rua Natália Correia onde se situa uma escola e um atelier (infantário) para crianças.



Na Rua Cesário Verde onde, pela sua inclinação, há uma motivação maior para circular a velocidade desajustada e, em termos habitacionais, é semelhante à Rua José Gomes Ferreira.

Para terminar mais um pequeno esclarecimento: a Rua José Gomes Ferreira (onde já está colocado o sinal luminoso) é abrangida pela Junta de Freguesia do Cacém e as restantes ruas, a que fazemos referência como candidatas à colocação de sinais luminosos, fazem parte da Junta de Freguesia de Rio de Mouro.


Sem comentários:

Publicar um comentário