sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

A nova rua do capelão




A Rua do Bradual (junto da única escola pública da urbanização) liga as Ruas Sidónio Muralha e Máximo Silva. Não é a Rua do Capelão, mas está juncada de buracos no chão.

Era, antes da construção da já conhecida Rotunda, uma artéria com dois sentidos de trânsito. Foi, entretanto, objecto de uma intervenção, tendo sido construído um largo passeio, onde não falta arborização, tendo a artéria para veículos sido diminuída na sua largura o que só permite com dificuldade que dois veículos se cruzem.

Aparentemente, a rua de que falamos, só tem um sentido de trânsito, o ascendente. E digo aparentemente porque não existem quaisquer sinais de trânsito que o digam. Aliás, essa ausência de sinalização permite que os veículos que venham do portão da única propriedade privada que tem saída para esta rua, possam optar por utilizar quaisquer dos sentidos da rua.

Também a ausência de sinais de proibição de estacionamento pode dificultar a circulação.

Contudo, a razão principal desta chamada de atenção, respeita às condições em que se encontra uma artéria que sofreu uma intervenção quase em simultâneo com a Rotunda e que está num estado deplorável, com buracos diversos, muito em especial o que se situa na confluência com a Rua Máximo Silva.

Não acreditam? Passem por lá ou vejam as fotos abaixo.












Sem comentários:

Publicar um comentário